Encontro de veganos e vegetarianos em Osasco é oportunidade para refletir sobre proteção animal e preservação da natureza.

AvamaPara arrecadar fundos para a organização não governamental Ação pró Vida Animal e Meio Ambiente (Avama), ativistas da causa animal e ambiental promoveram no domingo (22/6) um mega almoço vegano. O encontro ocorreu na sede do Partido Verde (PV) em Osasco e reuniu pessoas da cidade e da região.

Dentre os convidados o jornalista Carlos Marx, também secretário de Meio Ambiente de Osasco. Na oportunidade, os participantes conversaram sobre proteção dos animais e da natureza, produtos orgânicos e copa do mundo.

“Para se tornar um vegano é preciso começar se reeducando e tomando consciência de seu papel na sociedade e com o meio ambiente. Aos poucos, a pessoa começa a tirar a carne de sua dieta. O primeiro passo é ficar um dia por semana sem carne e inserir mais legumes, verduras e frutas no dia a dia”, disse Jacy Malagoli, presidente da Avama ao ser questionada sobre veganismo.

Segundo Jacy, frequentar restaurantes veganos ou fazer, em casa, receitas vegetarianas ajuda bastante. “Há receitas simples e muito gostosas como tortas doces e salgadas, estrogonofe, berinjela e grão de bico. Os protetores de animais, em sua maioria, são veganos”, resumiu.

Para a maioria dos participantes, o encontro foi muito bom, aconchegante e o destaque ficou mesmo por conta da “deliciosa feijoada” e da “torta holandesa”, produzidos sem carne, leite ou derivados de animais.

Em parceria com a Sociedade Vegetariana Brasileira, a Prefeitura de Osasco promoveu, em 2011, evento de lançamento da campanha Segunda Sem Carne e desde então tem sido um grande sucesso com apoio de restaurantes.

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, também tem desenvolvido diversificadas atividades de educação ambiental com foco na preservação da água e no combate ao aquecimento global com projetos como Biodiesel e preservação de minas e nascentes.

“Abrimos nossas portas não só para a Avama como também para demais instituições que promovam ações nobres, como esta de hoje. Também estimulamos e apoiamos a formação de grupos e de organizações com ações voltadas tanto para os animais quanto para a conservação e proteção dos recursos naturais. Temos estimulado restaurantes e funcionários da Prefeitura a aderirem à Campanha Segunda Sem Carne”, disse Carlos Marx.

A alimentação saudável também é estimulada pela Secretaria de Meio Ambiente através da oficina de alimentação e saúde, feira de orgânicos no Continental Shopping e curso de horticultura.

Relatório da ONU: dieta vegana é vital para salvar a Terra

Uma mudança global para uma dieta vegana é vital para salvar o mundo da fome, da escassez de combustíveis e dos piores impactos das mudanças climáticas, é o que revela recente relatório da Organização das Nações Unidas (ONU). Na medida em que a população mundial avança para o número previsível de 9,1 bilhões de pessoas, em 2050, o apetite por carne e laticínios ocidental é insustentável.

Segundo o documento, os impactos da agricultura devido ao crescimento da população exige uma mudança substancial na alimentação, eliminando produtos de origem animal. O relatório cita a agricultura, particularmente a carne e os lacticínios, como responsável pelo consumo de 70% de água fresca do planeta, 38% do uso da terra e 19% da emissão de gases de efeito estufa.

SAIBA MAIS

 Avama: Jacy Malagoli

 Fone: (11) 99102-1905

 E-mail: [email protected]

 Facebook: https://pt-br.facebook.com/AVAMASP

 Artigo enviado pela Colunista: Rosi Cheque


Related posts

One Thought to “Encontro de veganos e vegetarianos em Osasco é oportunidade para refletir sobre proteção animal e preservação da natureza.”

  1. […] Encontro de veganos e vegetarianos em Osasco é oportunidade para refletir sobre proteção animal e… […]

Leave a Comment