Notícias Barueri 

Equipe da SDPD presta atendimento por telefone e videochamadas.

O Departamento de Tecnologia Assistiva da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SDPD) é dividido em áreas específicas como dispensação de órteses, próteses, membros auxiliares, e o atendimento às pessoas com deficiência física, auditiva, visual ou múltipla.

Durante o período de isolamento social, as consultas presenciais não aconteceram, mas isso não impediu que houvesse o acompanhamento necessário aos usuários, como no caso da Mayara Rodrigues que tem 32 anos e é mãe de três filhos. Ela trabalha em um hospital na zona norte de São Paulo e mora em Barueri. Com deficiência auditiva, ela faz acompanhamento fonoaudiólogo na SDPD há mais de um ano e agora através de consultas virtuais. “Eu só tenho que agradecer a equipe atenciosa e o trabalho maravilhoso”, comentou.

As crianças também recebem o atendimento on-line, como no caso da bebê prematura Helena, que já completou nove meses de vida e há três recebe o tratamento na SDPD para estimular a visão. A avó da criança, Cleide, diz como é grata ao atendimento prestado pelos profissionais da Secretaria, desde a agilidade até a eficiência. Mesmo em quarentena, a pequena Helena continua sendo atendida através de plataformas on-line com a pedagoga Elaine Caetano, especialista em baixa visão e reabilitação visual. Através das videochamadas, a avó é orientada quanto aos exercícios que devem ser feitos com a neta. “Tem sido ótimo o atendimento, ela já está muito melhor. Eu e o pai dela sempre fazemos os exercícios com as cores como foi orientado”, concluiu.

“A Prefeitura de Barueri não utiliza do Sistema Único de Saúde (SUS) para fazer as dispensações das tecnologias. Elas são verbas próprias, por isso, há uma variedade de serviços oferecidos aos munícipes”, explicou Solange Lança Martiliano, diretora do Departamento de Tecnologia Assistiva da SDPD

Related posts

Leave a Comment