Lançada cartilha sobre consumismo infantil.

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) lançou nesta quarta-feira (31/10, em Brasília,) a cartilha “Consumismo infantil: na Contramão da Sustentabilidade”. A obra tem como finalidade orientar pais e professores sobre como enfrentar os problemas relacionados ao consumo. Na parceria, o Instituto Alana.

Samyra Crespo, secretária de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental (Saic) do Ministério do Meio Ambiente, conta que o consumo consciente com foco nas crianças é o diferencial deste ano, com campanha de conscientização da população sobre a importância do tema prevista para 2013.  A ideia, segundo Samyra, é incitar ações e dar dicas de como questionar o consumo abusivo e desnecessário. “Sabe-se que as crianças influenciam fortemente o consumo dos pais e muitas vezes levam a família a se endividar para adquirir brinquedos e eletrônicos”, explica a representante do governo. 

No ano que vem a proposta é uma ação de peso com envolvimento de outros Ministérios, como, por exemplo, o MEC e o Ministério da Saúde. O MEC tem o mandato para o trabalho junto às escolas, e o Ministério da Saúde vem travando uma batalha meritória contra a tendência da obesidade infantil estimulada pelo excesso de alimentos industrializados ingeridos pelas crianças. 

A educação Ambiental, segundo Samyra Crespo, é fundamental para ampliar a consciência e para estimular a mudanças de cultura e de hábitos. Mas não é suficiente. É preciso regulação, como a Política Nacional de Resíduos Sólidos está fazendo, obrigando as empresas que distribuem embalagens a fazerem a logística reversa, isto é a responsabilizar-se pelas embalagens no pós-consumo.

“É preciso também campanha de comunicação de massa, como fizemos no caso das sacolas plásticas – a campanha denominada ‘Saco é um saco’, pois é preciso sensibilizar e envolver também os adultos, do Brasil inteiro e de todas as classes sociais”, destaca Samyra. 

Dentre as propostas para 2013 estão o Plano de Ação de Produção e Consumo e a implementação do Plano Nacional de Resíduos Sólidos.  Ainda, Conferência Nacional de Meio Ambiente, que prevê uma grande mobilização em torno do tema dos resíduos Sólidos, o Programa Nacional de Educação em Agroecologia, voltado para a população rural.

Ainda, Programa de Compras Governamentais Sustentáveis e participação na conferência Infanto-juvenil do MEC, com o envolvimento de mais de 30 mil escolas, com o tema das “Escolas Sustentáveis”.

Artigo enviado pela Colunista: Rosi Cheque


Related posts

One Thought to “Lançada cartilha sobre consumismo infantil.”

  1. […] Lançada cartilha sobre consumismo infantil. […]

Leave a Comment