“Xô preguiça”.

Com a chegada do inverno as pessoas começam retirar dos armários as blusas e todos os acessórios para enfrentar o frio, junto com frio chega também uma tremenda vontade de ficar embaixo dos cobertores cultivando aquela famosa preguiçinha de inverno, e como se não bastasse, as pessoas ainda aumentam potencialmente o consumo de alimentos de alto índice calórico.

Essa é a combinação perfeita para quem quer aumentar a quantidade de tecido adiposo (gordura corporal) que na maioria das vezes ficam acumuladas em locais indesejáveis tais como aqueles famosos “pneuzinhos”, mas que com o auxilio do casaco de inverno ficam escondidos durante todo o período e frio nos dando uma falsa impressão de corpo saudável.

Esse com certeza é o período de maior sedentarismo, aumentando assim o risco de se adquirir doenças relacionadas com a falta de atividade física.

As pessoas que praticam atividades físicas nessa época de inverno podem ter vantagens únicas, como a melhora do apetite e do sono, além de ser saudável e apresentar menos riscos à saúde, porque os exercícios e as atividades físicas tornam o coração menos vulnerável a doenças.

Com o clima mais frio, o corpo irá queimar mais calorias para se manter aquecido, aumentando o seu próprio calor. Desta maneira, as pessoas que pretendem eliminar peso podem ser beneficiadas com as mudanças fisiológicas do corpo geradas pelo frio, pois o mesmo pode potencializar os exercícios e aumentar seus efeitos.

Porém, não podemos generalizar, pois os resultados irão depender da quantidade e da intensidade do exercício, e principalmente da alimentação.

Alguns cuidados são necessários antes de fazer exercícios com as baixas temperaturas:

a) Mesmo com o clima frio, o ideal é usar roupas leves como calça e casaco de moletom. Abafar o corpo com muita roupa deixa a pessoa sujeita aos mesmos problemas que teria no calor;

b) Blusas impermeáveis são proibidas, inclusive cobrir o corpo com filme plástico com a intenção de queimar mais gordura. Você pode desidratar com essa atitude;

c) O corpo em repouso leva mais tempo para atingir a temperatura ideal para a atividade física, por isso é importantíssimo aquecer e alongar;

d) Hidratação antes, durante e depois é essencial, pois como no verão seu corpo também perde líquido através da transpiração.

Dicas para não deixar de praticar exercícios mesmo com o frio:

a) Se você pratica atividades físicas ao ar livre, uma boa opção é trocar esse espaço pelas academias e clubes que possuem climatização;

b) Por ser uma época em que os abusos com chocolates e comidas calóricas acontecem, é mais um motivo para deixar a preguiça de lado;

c) Escolha o horário de sol mais quente, não necessariamente ao meio dia, mas um horário em que o calor dos raios estimule seus músculos ao exercício físico;

d) Ouça músicas animadas e de um repertório conhecido, que estimule você a dançar;

e) Faça um grupo de amigos com o mesmo objetivo ou chame aquela amiga que sempre a convida e você inventa desculpas;

f) Começando agora, dá para chegar ao verão bem melhor e mais em forma que o verão passado.

O frio não pode ser uma desculpa para não praticar atividades físicas e sim um estímulo a mais, pois com a temperatura mais fresca não nos sentimos tão castigadas. Mexa-se!

          Artigo enviado pelo Colunista: Claudio Gomes


Related posts

One Thought to ““Xô preguiça”.”

Leave a Comment